Latino deve seis meses de pensão e justiça determina prisão do cantor


Última atualização em 05/07/2018 às 08h43, por Trajano Neto

A juíza Cristiane de Sá Berbat, da 2ª Vara de Família do Méier, no Rio de Janeiro, expediu um novo mandado de prisão contra o cantor Latino, nesta quarta-feira, 04 de julho. O motivo é a falta de pagamento de pensão alimentícia ao filho Matheus, de 6 anos, fruto da relação do artista com a modelo Jack Blandy.

O cantor já teve a prisão decretada em setembro de 2017 pelo mesmo motivo e foi obrigado a liquidar uma dívida de mais de um ano de pensão atrasada para não ir parar atrás das grades.

Procurado pelo jornal Extra, a defesa de Latino, liderada pelo advogado Dr. José Marcos Gomes Junior, disse que não existe ordem de prisão contra o cantor e explicou que há no processo (que corre em segredo de Justiça), uma divergência em relação aos valores cobrados pela pensão alimentícia.

“Ela (a mãe da criança) entende que tem um crédito a receber e entrou com um recurso, já que o juiz não autorizou a inclusão de juros nas verbas, e isso está sendo um objeto de discussão no processo. Quanto à ordem de prisão, não existe”, afirmou.

Segundo os advogados de Jack, Dr. Carlos Faller e Dr. Carlos Leal, Latino deve os meses de janeiro, fevereiro, março, abril, maio, junho deste ano. A lei diz que com três meses de atraso na pensão, o provedor pode ir preso.

Fonte: TV Foco