Filha de Eduardo Costa é mal tratada na casa do cantor, revela ex-mulher


Última atualização em 25/10/2018 às 08h32, por Trajano Neto

A ex-mulher de Eduardo Costa expôs a situação em que a filha do músico se encontra e revelou detalhes sobre o que ela passa. Questionada sobre a possibilidade da criança morar com o artista, ela disse que isso seria inviável, afirmando que a menina não é bem tratada pelas pessoas que estão com ele.

“Morar com ele é inviável porque ele é muito ausente. Acho desnecessário. Ela só é tratada bem na presença dele, mas quando ele não está, ela não é tratada assim. Ela sempre reclama comigo porque quando ele sai, o tratamento é diferente”, revelou, ao ser questionada por Sonia Abrão no A Tarde é Sua de hoje (24).

“Ele sempre me pede para não confiar em ninguém pra cuidar dela, apenas cinco pessoas. E dessas cinco pessoas que ele me manda confiar, não tem nenhuma que mora na casa dele”, revela. A mulher disse ainda que Eduardo Costa havia ordenado que ela parasse de trabalhar no passado para cuidar da filha.

“Ele me mandou pedir as contas pra cuidar apenas dela e eu larguei. Mas um conselho que eu dou: Mulher não largue o trabalho por causa de homem. Ele não tem gratidão por ter largado faculdade e trabalho. Ele nem pediu, ele exigiu. Foram situações constrangedoras pra mim”, relata.

“Eu trabalho muito, sou muito valente, acordo de 5h30 e é a maior correria. Sou mãe, motorista, babá, professora particular… Eu não convivo mais com ele, não aguentei a pressão. É complicado. Ele explode por pouca coisa, aguentei por quatro anos e tem uma hora que não dá mais”, explica.

“As pessoas que trabalham com ele não me apoiam, nas minhas costas devem falar absurdos. Se puderem elas afastam a filha. Se puderem afastar o máximo da filha, afastam. Elas blindam ele para ficar longe da filha e da família”, afirmou. Por fim, Lília disse o que está pedindo do ex-marido na Justiça.

“O mesmo valor. Não tô pleiteando um aumento, queria só que ele colocasse o imóvel no nome dela, pra não ter preocupação com o futuro, onde morar. Se colocasse no nome dela eu já estaria tranquila porque já seria uma renda extra”, afirmou.

Fonte: TV Foco