Após William Waack ter vídeo vazado em cena “racista”, Globo afasta jornalista e se pronúncia


Última atualização em 09/11/2017 às 08h01, por Trajano Neto

O apresentador do Jornal da Globo há 12 anos, William Waack está sendo acusado de racismo após ter vídeo polêmico vazado na internet.

Em vídeo publicado nas redes sociais na tarde desta quarta-feira (08), Waack, de 65 anos, aparece durante intervalo do Jornal da Globo xingando e fazendo ofensas racistas. Nas imagens, onde o jornalista global aparece ao lado de um comentarista, ele está num local em frente à Casa Branca, sede do governo norte-americano.

Ao ouvir um carro buzinando na rua, Waack fica irritado e solta o ataque racista. “Tá buzinando por quê, seu merda do cac*te? Não vou nem falar, porque eu sei quem é… é preto. É coisa de preto!”, diz o jornalista ao colega, enquanto ri (assista o vídeo no final da publicação).

Atualmente, além de apresentador do Jornal da Globo (que comanda sozinho desde a saída de Christiane Pelajo, em 2015), Waack também comanda o programa Painel, no canal pago Globo News. O jornalista está na emissora desde 1996.

Diante da enorme repercussão do episódio, a Globo resolveu se pronunciar. A emissora afastou oficialmente o jornalista de suas funções e também soltou um editorial como resposta para o público. Por sinal, o editorial foi lido por Renata Lo Prete, que comandou o “Jornal da Globo” já nesta quarta-feira (8) no lugar de William Waack.

“A Globo é visceralmente contra o racismo em todas as suas formas e manifestações. Nenhuma circunstância pode servir de atenuante. Diante disso, a Globo está afastando o apresentador William Waack de suas funções em decorrência do vídeo que passou hoje a circular na internet, até que a situação esteja esclarecida.

Nele, minutos antes de ir ao ar num vivo durante a cobertura das eleições americanas do ano passado, alguém na rua dispara a buzina e, Waack, contrariado, faz comentários, ao que tudo indica, de cunho racista. Waack afirma não se lembrar do que disse, já que o áudio não tem clareza, mas pede sinceras desculpas àqueles que se sentiram ultrajados pela situação.

William Waack é um dos mais respeitados profissionais brasileiros, com um extenso currículo de serviços ao jornalismo. A Globo, a partir de amanhã, iniciará conversas com ele para decidir como se desenrolarão os próximos passos.”

Fonte: TV Foco