“Não nasci para ser ator”, afirma Sérgio Guizé


Última atualização em 24/11/2017 às 08h51, por Trajano Neto

Depois de viver o engraçado Candinho de “Êta Mundo Bom”, Sérgio Guizé dá vida ao problemático Gael de “O Outro Lado do Paraíso”. As personalidades distintas dos personagem garantem comparações no dia a dia do ator.

Em entrevista à revista TiTiTi, Guizé conta que ser ator não estava nos planos iniciais de sua vida. Questionado quando bateu aquele suspiro de “eu nasci para ser ator”, Sérgio não poupou palavras. “Não bateu ainda, não (risos). Entrei na faculdade para fazer artes plásticas e também tocava, costume que veio de meu pai, Salvador Guizé. O teatro apareceu aí no meio! Larguei a faculdade quando me chamaram para trabalhar em peças infantis e não parei mais! Hoje continuo tocando, pintando e trabalhando como ator. Sou só mais um brasileiro correndo atrás.

Fonte: O Buxixo