Rômulo pede que ministérios melhorem qualidade da água do Boqueirão


Última atualização em 04/04/2018 às 17h56, por Klebson

Através de um Projeto Indicativo, o deputado federal Rômulo Gouveia (PSD) está encaminhando ao Ministério da Saúde e ao Ministério do Meio Ambiente, a solicitação para que as pastas adotem medidas necessárias para evitar que os paraibanos, abastecidos com as águas do Açude Epitácio Pessoa - Boqueirão, tenham problemas com a saúde. 

O parlamentar destaca que cientistas do Instituto Butantam, após uma pesquisa realizada com embriões do peixe zebra fisher, conhecido como Paulistinha, identificaram deformações e alerta para o cuidado necessário para evitar dano à saúde humana.

A água de 14 fontes que abastecem a região foi testada pelo Instituto Butantan, em São Paulo, onde receberam embriões do peixe, que segundo os pesquisadores do instituto tem os mesmos órgão dos humanos e 70% dos genes do homem. De acordo com a pesquisadora responsável pelos testes, Mônica Lopes, em 90% das amostras, de cada 10 peixes, quatro morreram e seis cresceram com deformidades.  O que a pesquisadora viu nessas diferentes águas é que a maior parte delas causava deformação na coluna, edema cardíaco, má formação. Alguns não tinham boca e olhos.

Rômulo quer que a Fundação Nacional de Saúde - FUNASA, e a Agência Nacional das Águas – ANA implantem um projeto para a melhoria na qualidade da água captada no açude Epitácio Pessoa, responsável pelo abastecimento de Campina Grande e outras 18 cidades.

Essa pesquisa foi encabeçada na Paraíba no ano passado pela médica e pesquisadora Adriana Melo, de Campina Grande, mundialmente conhecida e respeitada por seus estudos sobre a relação entre vírus da zika e microcefalia.

Praça Cônego João Marques Pereira. Cep: 58580-000, S/N, Centro Serra Branca - Paraíba
(83) 3354.2000 (83) 9 9962.2957
Rádio FM Serra Branca Ltda. © 2017