TJPB analisa pedido do Prefeito de Taperoá de suspensão do Bolsa Transporte Universitário


Última atualização em 12/09/2018 às 08h44, por Klebson

O Pleno do Tribunal de Justiça da Paraíba se reúne nesta quarta-feira (12) para analisar a Ação Direta de Inconstitucionalidade contra a lei municipal nº 147/2016 do Município de Taperoá, que cria o Programa Bolsa Transporte Universitário, a qual o prefeito quer a suspensão.

A Lei está em vigor desde 2006 e gera a possibilidades dos estudantes de classes sociais menos favorecidas o acesso ao ensino superior e técnico, concedendo ajuda financeira para o custeio parcial do transporte escolar de alunos que residem em Taperoá, mas que frequentam, em situação regular, cursos de nível superior e técnico, nas cidades de Campina Grande, Areia, Sumé e Patos.

O caso se deu quando o prefeito do Município de Taperoá, Jurandi Gouveia Farias, entrou com a ação em face da Lei Municipal nº 147/2016, alegando vício de inconstitucionalidade formal, uma vez que a iniciativa de projetos de lei que disponham sobre matéria orçamentária é exclusiva do chefe do Poder Executivo, o que não se deu na época. O relator, desembargador Saulo Henriques de Sá e Benevides, indeferiu a liminar que pedia a suspensão imediata da lei e o mérito será analisado nesta sessão.

 

De Olho No Cariri

Praça Cônego João Marques Pereira. Cep: 58580-000, S/N, Centro Serra Branca - Paraíba
(83) 3354.2000 (83) 9 9962.2957
Rádio FM Serra Branca Ltda. © 2017