Jovem confessa que matou avó após um surto psicótico no Cariri paraibano


Última atualização em 24/11/2018 às 09h30, por Klebson

O mistério envolvendo a morte de uma idosa na cidade de Alcantil, no Cariir paraibano, em 2 de abril foi revelado na manhã desta sexta-feira (23), quando um homem de 26 anos confessou ter matado a avó dele após um surto psicótico. O crime aconteceu no Sítio Capoeiras, zona rural da cidade.

De acordo com o delegado de homicídios da Polícia Civil, Cristiano Santana, o suspeito responde ao processo em liberdade. A Polícia Civil vai concluir o inquérito e encaminhar à Justiça. “A Justiça vai solicitar os exames para saber a condição psicológica do suspeito. Depois disso é que vamos saber se será prisão comum ou internação”, concluiu.

A vítima, Josefa Barbosa Oliveira, foi encontrada às margens de um estrada e socorrida para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, mas não resistiu aos ferimentos e morreu dois dias depois na unidade de saúde.

As investigações da polícia apontaram que o principal suspeito do assassinato seria o neto da vítima, que morava com a idosa no sítio. Oito meses depois, José Laurício Barbosa Ramos, de 26 anos, se apresentou com um advogado à Polícia Civil de Queimadas e confessou o crime.

“O suspeito alegou ter matado a avó durante um surto psicótico. Segundo depoimento dele, ele imaginou a presença de criminosos dentro da casa e, tentando salvar a avó, a arrastou por vários metros para longe da casa”, disse o delegado Cristiano.

Vitrine Do Cariri

Praça Cônego João Marques Pereira. Cep: 58580-000, S/N, Centro Serra Branca - Paraíba
(83) 3354.2000 (83) 9 9962.2957
Rádio FM Serra Branca Ltda. © 2017