Traição e suspeita de fraude marca eleição da nova mesa diretora da Câmara de Gurjão


Última atualização em 28/12/2018 às 09h12, por Klebson

Uma eleição polêmica elegeu o novo presidente da Câmara de Gurjão para o biênio 2019-2020. O vereador Robson Cordeiro rompeu politicamente com o prefeito Ronaldo Queiroz e foi eleito novo presidente com apoio dos votos da oposição e do atual presidente do Legislativo, Adailson Queiroz.

A grande polêmica se deu porque o atual presidente Adailsinho realizou a eleição com voto secreto, quando segundo relato de alguns parlamentares já foi aprovada a resolução que estabelece o voto aberto na Câmara de Gurjão. A chapa de situação encabeçada pela vereadora Maria Elizete contava com o apoio de 5 dos 9 vereadores e questionará na Justiça o resultado do pleito.

Segundo o vereador Marcelo Farias, candidato a vice-presidente na chapa derrotada, um BO foi registrado na Delegacia de São João do Cariri por várias irregularidades que supostamente foram realizadas na condução do processo eleitoral.

O novo presidente Robson Cordeiro contou com os votos declarados de Adailson Queiroz (1° Vice-presidente), e dos oposicionistas Gilberto Farias (1° Secretário) e Alessandro Cavalcante (2° Secretário). O quinto voto é uma incógnita e na opinião da bancada governista o voto foi falso, sendo a eleição uma fraude.

Para o atual presidente da Câmara de Gurjão, Adailson Queiroz, a eleição foi realizada dentro das normas legais e a bancada de situação reclama por falta de votos suficientes para a vitória. Segundo o presidente, ao invés de reclamar do resultado, os vereadores precisam se conformar e buscar o voto que decidiu a eleição em favor da chapa vencedora.

Praça Cônego João Marques Pereira. Cep: 58580-000, S/N, Centro Serra Branca - Paraíba
(83) 3354.2000 (83) 9 9962.2957
Rádio FM Serra Branca Ltda. © 2017