Agora Na Rádio
Forró ao Pé da Serra

Homem é preso acusado de estuprar e engravidar irmãs menores na Paraíba


Última atualização em 30/12/2021 12:52, por Yan César

 Dois casos envolvendo violência contra menores estão em investigação policial no estado. Em Campina Grande, a Polícia Civil da Paraíba, por meio da delegacia municipal de Lagoa Seca, prendeu nessa quarta-feira (29), um homem de 31 anos de idade investigado por estuprar duas irmãs, ambas de 12 anos. Uma delas teria três filhos dele.


Os relacionamentos teriam ocorrido sem o consentimento dos pais. E de acordo com o Código Penal Brasileiro, o artigo 217-A define como estupro de vulnerável qualquer ato de conjunção carnal ou ato libidinoso com pessoa menor de catorze anos, ainda que a vítima queira a relação.

As investigações apontam que a outra vítima também estaria grávida desse homem. Com base nos levantamentos, a justiça expediu o mandado de prisão preventiva em desfavor do investigado, que foi cumprido ontem.

“São crianças que vivem em estado de vulnerabilidade desolador, sem o mínimo de proteção e sem a mínima noção do que é uma gravidez, por exemplo. Quanto mais a gente aprofundava as investigações, mais crescia a vontade de prender essa pessoa e levá-lo à justiça”, disse o delegado Eduardo Almeida.

O preso já tem histórico de registros policiais por crimes de furto, porte ilegal de arma de fogo e lesão corporal. Ele está recolhido, à disposição da justiça.

Outro caso

Em João Pessoa, um homem foi apreso acusado de estuprar uma criança de 11 anos. O caso foi descoberto depois que a menina conversou com uma amiga de 10 anos, que contou para a família. O homem foi encaminhado para a Central de Polícia, onde aguarda audiência de custódia.

Mais PB