Agora Na Rádio
103 By Night

Reforma da Previdência é aprovada com votos a favor de Daniella e Maranhão; Veneziano vota contra


Última atualização em 23/10/2019 09:27, por Rebeca Andrade

O Senado aprovou nesta terça-feira (22) por 60 votos a 19, em segundo turno, o texto-base da reforma da Previdência.

Após a aprovação do texto-base, os senadores chegaram a analisar parte dos destaques (propostas para mudar a redação), mas não concluíram essa etapa.

Dos quatro destaques apresentados, dois foram analisados durante a sessão e acabaram rejeitados. A votação será retomada nesta quarta (23), e a sessão está marcada para as 9h. O texto a ser aprovado seguirá para promulgação pelo plenário do Congresso.

Entre outros pontos, o texto prevê idade mínima de aposentadoria para homens (65 anos) e mulheres (62 anos) – veja os detalhes mais abaixo.

Por se tratar de emenda à Constituição, a proposta precisa ser submetida a dois turnos de votação e ter o apoio mínimo de 49 dos 81 senadores

No primeiro turno, a PEC foi aprovada por 56 votos a 19 e no segundo, o texto-base foi aprovado por 60 votos a 19.

Antes de chegar ao plenário para ser analisada em segundo turno, a PEC recebeu o aval, mais cedo nesta terça, da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado.

VOTOS DOS PARAIBANOS

Dos 60 votos favoráveis, dois foram dos senadores paraibanos Daniella Ribeiro (PP) e José Maranhão (MDB). O senador Veneziano Vital (PSB) esteve entre os 19 votos contrários à aprovação do texto-base da reforma, apresentado pelo presidente Jair Bolsonaro em fevereiro deste ano.

O texto-base da Reforma da Previdência, apresentado em fevereiro pelo presidente Jair Bolsonaro, altera regras de aposentadorias e outros benefícios previdenciários com o propósito de promover o equilíbrio das contas públicas.

De Olho no Cariri

Com Informações do G1