Agora Na Rádio
Bom Dia Serra Branca

Prefeito de Campina Grande antecipa feriados, anuncia “paralisação” de atividades por cinco dias e faz requisição de leitos de hospital


Última atualização em 26/05/2020 10:25, por Rebeca Andrade

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSD), anunciou na tarde desta segunda-feira (25) medidas mais duras da gestão municipal para combater o avanço do coronavírus na cidade.

Em transmissão ao vivo realizada em suas redes sociais, o prefeito informou que a partir do próximo sábado (30), até a quarta-feira (3), a Prefeitura de Campina Grande vai suspender o funcionamento do transporte público e restringir a abertura do comércio.

Com essa decisão, funcionarão apenas os serviços considerados essenciais, como farmácias e supermercados.

Conforme Romero, as medidas tem como base a antecipação de três feriados. São eles os de Corpus Christi (11 de junho), São João (24 de junho) e Dia de Finados (2 de novembro), que foram antecipados para os dias 1, 2 e 3 de junho.

Ainda segundo o prefeito, o funcionamento das feiras da cidade também será interrompido nesse período.

O objetivo, segundo ele, é diminuir a curva de contaminação e o crescimento dos casos na cidade, além de reduzir a demanda nos serviços de saúde.

Na ocasião, Romero também informou uma nova mudança no calendário das escolas municipais.

O retorno das atividades no Sistema Municipal de Ensino, até então previsto para o dia primeiro de junho, só deve ocorrer no início do mês de julho.

Já o Cadastro Único (CadÚnico), vinculado à Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), também terá suas atividades presenciais suspensas, com o objetivo de evitar deslocamentos desnecessários.

Conforme boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), até ontem a cidade contava com 817 casos confirmados de Covid-19, doença provocada pelo vírus, sendo a segunda do estado em número de infectados, ficando atrás apenas da capital João Pessoa, que já soma 2.612 casos confirmados.

Requisição de leitos de hospitais privados 

Além do hospital de campanha montado na parte externa do Hospital Pedro I, para receber o pacientes com Covid-19 em Campina Grande, o prefeito Romero Rodrigues (PSD) anunciou a requisição administrativa de um andar completo do Hospital da Clipsi, localizado na Rua Treze de Maio, no Centro da cidade.

Conforme o prefeito, durante transmissão ao vivo realizada nesta segunda-feira, 25, a Prefeitura vai utilizar o 5° andar completo da unidade hospitalar, onde haverá 35 leitos de enfermaria e 10 leitos de UTI para os pacientes diagnosticados ou com suspeita de infecção por coronavírus.

Ainda segundo Romero, a requisição administrativa será remunerada ao hospital e haverá a possibilidade de ampliar os leitos de UTI.

Como forma de prevenção, segundo Romero, será disponibilizado um acesso exclusivo para esse espaço, que será viabilizado através da entrada do hospital que funciona na Avenida Floriano Peixoto.

De Olho no Cariri

Com PB Online