A PHP Error was encountered

Severity: Warning

Message: Invalid argument supplied for foreach()

Filename: includes/header.php

Line Number: 44

Backtrace:

File: /home/serrabra/public_html/novo/application/views/includes/header.php
Line: 44
Function: _error_handler

File: /home/serrabra/public_html/novo/application/views/detalhes_noticia_view.php
Line: 1
Function: include_once

File: /home/serrabra/public_html/novo/application/controllers/Index_controller.php
Line: 117
Function: view

File: /home/serrabra/public_html/novo/index.php
Line: 315
Function: require_once

Secretaria de Saúde da PB diz que 72% dos novos casos de covid-19 ocorrem no interior


Última atualização em 09/07/2020 16:08, por Jr

O secretário de Estado da Saúde, Geraldo Medeiros, apontou que a epidemia do novo coronavírus na Paraíba está se interiorizando. Em entrevista ao Sistema Arapuan, nesta quinta-feira (09), Medeiros destacou que 72% dos casos de covid-19 ocorrem no interior e que o governo continua analisando dados para emissão de bandeiras.

“A Paraíba está no caminho certo, é um dos poucos estados que não houve colapso na saúde e a flexibilização, mesmo que lenta, determinará o aumento dos casos, se for controlável e permitir que a rede pública absorva, será permitido, o que não pode é um aumento súbito de casos e o colapso da rede”, disse.

Medeiros destacou que o perfil da doença na Paraíba mudou, em abril 70% dos casos estavam na Grande João Pessoa e em julho são 28% dos casos. “78% dos casos confirmados ocorrem no interior, é uma realidade diferente de abril e a equipe e corpo técnico da SES está analisando dados para a emissão de bandeiras, cada cidade está sendo analisada em relação ao grau de propagação da doença, percentual de testagem, número de UTI adulto ocupados. É uma série de elementos que nortearão novas bandeiras emitidas nas cidades”, disse.

O secretário destacou que o projeto adotado tem tido êxito no combate à covid-19 não foi encontrado na Paraíba nenhum cenário onde o cidadão fica dentro de ambulância sem encontrar uma UTI.

Paraíba.com

Foto Secom