Agora Na Rádio
Toque Romântico

Prefeitura de Coxixola promove reunião com comerciantes e define reabertura do comércio com medidas preventivas


Última atualização em 14/07/2020 09:29, por Klebson Wanderley

A Prefeitura de Coxixola, através do prefeito Givaldo Limeira, promoveu nesta segunda-feira (13) uma importante reunião para elaboração de um novo decreto de flexibilização das atividades comerciais, a partir da nova bandeira designada pelo Governo do Estado para o município. Coxixola estava enquadrada como bandeira laranja e agora está na amarela, o que já indica para uma flexibilização de algumas atividades comerciais.
A reunião foi comandada pelo próprio gestor Givaldo Limeira, e contou com a participação da Secretária de Saúde, Adeilsa Salvador, o Médico do PSF, Dr Guilherme da Cunha, comerciantes e vereadores de situação e oposição.

Obedecendo o distanciamento social e usando EPIs, o Prefeito Givaldo Limeira dialogou com os comerciantes e chegou-se a um consenso em relação a reabertura. Ficou decidido que o comércio local será reaberto obedecendo algumas restrições, como por exemplo: a permanência de clientes em no máximo 50% da capacidade de cada estabelecimento comercial; uso de máscaras pelos funcionários e clientes; disponibilização de álcool para higienização dos clientes na entrada de seus pontos comerciais.

Segundo o prefeito Givaldo, será feito a reabertura do Mercado Público Municipal, obedecendo também, as mesmas restrições estabelecidas para os demais pontos comerciais. O gestor ressaltou a importância de obedecer aos critérios e deixou ciente a todos que, a manutenção do comércio de portas abertas dependerá da manutenção da situação estável em que o município de Coxixola se encontra em relação a contaminação pelo novo Coronavírus e da avaliação quinzenal que é realizada pela Secretaria Estadual de Saúde, que define a bandeira na qual o Município se enquadra.


O novo decreto flexibilizando o funcionamento do comércio local deve ser publicado neste dia 15 de julho pela Prefeitura de Coxixola e começa a vigorar a partir do dia 16.