Agora Na Rádio
103 By Night

Quem não apoia à reeleição tem que deixar o governo, diz João Azevêdo


Última atualização em 26/09/2021 16:29, por Yan César

João Azevedo aproveitou uma recente entrevista para mandar um recado mais direto aos aliados que, por ventura, estejam cogitando alçar voos próprios no pleito do ano que vem.

Ele enfatizou na ´Correio FM´ que “o que tem sido apresentado” atualmente entre os seus aliados “são projetos pessoais, o que é algo mais do que natural que anunciem. Mas tenho dito que nenhum desses projetos tem o aval do governador e o nome do governo dizendo que é esse ou aquele projeto, porque nós não definimos isso”

Sobre o MDB, Azevedo frisou que “não há esse clima de rompimento que muitas vezes se coloca, de forma nenhuma. Nós temos uma relação de respeito. Entretanto, temos uma relação de individualidade que precisa ser preservada”.

O governador disse que “não vejo nenhuma dificuldade para que possamos estar juntos”.

Mas ele admitiu que, nos últimos tempos, os contatos com o senador Veneziano ocorrem apenas por intermédio de mensagens.

João afirmou que “não vejo nenhum problema de estar numa solenidade junto com o deputado Aguinaldo Ribeiro (PP). De forma nenhuma!”

“Não vejo motivos para estranhamentos”, reforçou.

“Não teremos definições agora, de forma nenhuma”, grifou o governador, observando que “muita coisa ainda vai acontecer”.

Após sublinhar que respeita a “autonomia dos partidos”, João Azevedo afirmou que quem não se identificar com a sua reeleição “é obvio: tem que deixar o governo”.

“Se tem um projeto próprio, faça o seu projeto, mas tem que deixar o governo, porque eu tenho que estar trabalhando com pessoas que querem construir e dar continuidade ao nosso projeto”, asseverou.

Paraíba Online