JP Rufino sofre ataques racistas na web e presta queixa na delegacia: “Não quero ser maltratado”


Última atualização em 20/02/2018 às 08h32, por Trajano Neto

O ator JP Rufino acabou sofrendo ataques racistas por meio das redes sociais recentemente, durante transmissão ao vivo. Chamado de “macaco”, o garoto foi à delegacia de crimes de internet e, acompanhado da mãe, Martha Christina, e de dois advogados, o jovem prestou queixa contra o agressor.

“Tomamos providências, sim, estivemos na delegacia de crimes de internet e fizemos o registro da queixa”, disse a matriarca ao “Uol”. O famoso garantiu que segue de cabeça erguida. “Quando a minha mãe me mostrou [a mensagem com a ofensa], eu fiquei surpreso, mas a gente já está tomando as providências. Não quero causar mal a ninguém, mas também não quero ser maltratado”, disse.

E completou: “Racismo é crime, tem que denunciar, temos que lutar pela igualdade. Capacidade não está na cor da pele. Somos todos iguais e não podemos nos deixar se abalar por isso. Precisamos levantar a cabeça e seguir em frente”.

Na web, JP já tinha desabafado sobre o ataque do usuário. “E durante sua transmissão ao vivo, do nada, você recebe isso. Já sou muito bem resolvido e bem preparado para qualquer tipo que seja a espécie de crítica ou ‘maldade'”.

Fonte: TV Foco