Agora Na Rádio
Bom dia Irmãos

Comarca de Serra Branca realiza mutirão de perícias de forma presencial


Última atualização em 24/11/2020 09:26, por Rebeca Andrade

Seguindo o Protocolo de Biossegurança, com relação aos cuidados preventivos da Covid-19, a Comarca de Serra Branca realizou, nessa sexta-feira (20), de forma presencial, um esforço concentrado de perícias, envolvendo processos do Seguro DPVat (Seguro do Trânsito – Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre), INSS, Município de Serra Branca e Itaú Seguros S/A. O mutirão ocorreu na sede do Fórum e beneficiou 35 pessoas que foram periciadas. Os trabalhos foram realizados em uma ação conjunta entre a equipe do Cartório da Vara Única, a gerência do Fórum, o gabinete do titular, juiz Irlando Sobreira Machado (diretor do Fórum) e o médico perito, Marcelo Nunes Alves de Sousa (ortopedista).

O magistrado José Irlando explicou que o esforço concentrado para realização do mutirão de perícias facilita o acesso à prestação jurisdicional, sobretudo em cidades pequenas, como as que compõem a Comarca. O diretor da unidade judiciária salientou, ainda, a escassez no atendimento por profissionais especializados, além das pessoas que precisam ser periciadas, que, geralmente, residem na Zona Rural e possuem dificuldade de locomoção, dificultando o translado para os grandes centros.

“Além disso, tal prática auxilia na tramitação mais célere dos processos, na medida em que dá vazão a uma grande quantidade de ações da mesma natureza, facilitando o cumprimento pela escrivania e o julgamento pelo magistrado. Destaco, por fim, que o mutirão observou todos os protocolos de segurança e sanitário, elaborados pelo Tribunal de Justiça da Paraíba”, pontuou José Irlando.

O advogado Cláudio Alípio da Silva, que participou do esforço concentrado, elogiou a iniciativa da Comarca de Serra Branca, na pessoa do juiz titular, destacando o trabalho realizado em sincronia com os demais serventuários. Na opinião do jurista, foi relevante a adoção de todas as medidas recomendadas pelas autoridades sanitárias de enfrentamento à pandemia provocada pela Covid-19.

“O magistrado não tem medido esforços em manter a efetiva prestação jurisdicional, compromisso que vem sendo desempenhado de forma satisfatória desde a época que assumiu a nossa Comarca, em especial, a realização de mutirões de perícias médicas, boa parte provenientes de acidentes de trânsito, que, através de uma série de esforços concentrados, conferem maior celeridade processual na unidade judiciária”, acentuou Cláudio Silva.

Já o gerente do Fórum, Williams Borges de Souza, considerou a realização do mutirão de suma importância para o prosseguimento das demandas judiciais que necessitam de perícia técnica. “Recebemos um grande número de pessoas que aguardavam a realização do ato. Todas as medidas preventivas contra o contágio do Coronavírus foram adotadas pela Diretoria do Fórum, transcorrendo com normalidade”, pontuou.

Por sua vez, a chefe do Cartório da Vara Única, Verônica Diniz Leite, evidenciou a participação de todos que integram a Comarca de Serra Branca, entre assessores, analistas, a gerência, técnicos e oficiais de Justiça, sob o comando do magistrado-diretor do Fórum, para o bom desempenho e êxito do mutirão. “O nosso trabalho foi realizado de forma conjunta, visando efetuar o maior número possível de perícias pendentes, para que os jurisdicionados que aguardavam as mesmas, pudessem obter o resultado de suas demandas judiciais”, frisou.

Ascom TJPB